quarta-feira, 18 de maio de 2011

SEGURANÇA - CUIDADOS ESSENCIAIS NAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

           O uso da eletricidade no mundo atual é de grande importância para o desenvolvimento dos povos e pessoas. Utilizá-la com conhecimento técnico, significa garantia de segurança e qualidade, através do cumprimento das normas técnicas e conhecimentos acadêmicos.
           Uma boa instalação elétrica deve sempre operar de maneira a oferecer conforto e segurança a seus usuários, permitindo que sejam utilizados todos os equipamentos de maneira contínua, racional e econômica. Tal utilização só é possível se os componentes da instalação estiverem devidamente dimensionados e em condições normais de operação. As instalações devem ser periodicamente verificadas para que os eventuais defeitos sejam sanados. Uma análise correta e aprofundada somente será possível de ser efetuada por um profissional competente e familiarizado com este tipo de instalação. Por não ter cheiro ou cor, a eletricidade se torna mais arriscada quando feita sem planejamento e por pessoas não habilitadas. Assim, a segurança é indispensável no planejamento e execução de um projeto de instalação elétrica e atentar para certos cuidados nunca é demais.
          Entre os erros mais comuns cometidos na execução das instalações elétricas, estão a sobrecarga dos circuitos, a utilizações de condutores elétricos de seção nominal inferior à necessária, ligações de dois aparelhos que exijam circuitos individuais (como chuveiros e torneiras elétricas), no mesmo disjuntor, trocar o chuveiro sem verificar se a instalação elétrica suporta a potência do novo produto, etc. Outras medidas incorretas são a utilização de tomada em chuveiros e aquecedores elétricos, que exigem ligação direta, além da falta do dispositivo DR nas áreas exigidas por norma, como, por exemplo, nos banheiros.
          Esses problemas são decorrentes, principalmente, da falta de habilitação do profissional responsável pela instalação e desconhecimento do proprietário do imóvel, que deve estar atento ainda à manutenção periódica das instalações.
          Contar com profissionais qualificados, que possuam conhecimento prático e teórico das atividades e adquirir produtos de qualidade, confeccionados dentro das determinações das normas técnicas vigentes no País são os primeiros passos para o correto dimensionamento das instalações e o conseqüente bom desempenho das mesmas, sejam residenciais, comerciais ou industriais. “Somente os eletricistas habilitados possuem a formação necessária e conhecimento da norma NBR 5410, que específica as instalações elétricas de baixa tensão”.
          Uma instalação elétrica compõe-se de uma rede complexa de ligações que começa no poste da concessionária e termina em soquetes e tomadas. Para que tudo isso funcione corretamente, é necessário um projeto elétrico, elaborado por profissional especializado.
          Desenvolvido a partir do projeto de arquitetura, ele define os pontos de iluminação e tomadas da edificação, de acordo com as necessidades de cada ambiente e considerando os aparelhos eletroeletrônicos a serem instalados, determinando o porte da instalação, estabelecendo circuitos e especificando os materiais a ser utilizados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário